07/10/2013

[RESENHA] #72 HORAS PARA MORRER



Ficha técnica
Editora: Novo século
Páginas: 256
Autor: Ricardo Ragazzo
Avaliação: ★★★

Sinopse: Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você! “O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética contra o tempo, que prenderá o leitor do início ao fim.



    Júlio passa por três dias terríveis e percebe que tudo em sua vida, mudou de uma forma terrível e ele constata que está sendo perseguido por alguém que não quer só que ele sofra, quer que ele agonize e saiba que tudo que está acontecendo com ele e com sua família é culpa dele mesmo. Júlio só não contava que Miguel fosse seu...

     Este livro me surpreendeu muito do começo ao fim. Tudo de ocorre dentro da estória é envolvente e sempre cheio de surpresas, a cada página o livro se mostra mais interessante e prende o leitor na trama. Eu gostei muito das cenas em que Júlio se surpreende com tudo e com todos, posso dizer que é um ótimo livro de ficção que faz o público querer ler o mais rápido possível para desvendar os segredos que estão dentro das páginas.
Kissus
©
.
.
imagem-logo