23/05/2015

[RESENHA] #UMA MULHER, UM HOMEM, UM DRINK

Hello bibouss, tudo okay? No post de hoje irei resenhar um livro de parceria com a autora brasileira Natália Von Poser, pela obra Uma mulher, um homem, um drink pela editora Livros ilimitados. Nessa resenha irei relatar a vida de Paula e Ricardo que são destinados a se encontrarem e terem seus destinos cruzados. Vamos começar? \o/

Lido em: Maio de 2015
Título: Uma mulher, um homem, um drink
Autor (a): Natália Von Poser
Editora: Livros ilimitados
Gênero: Literatura nacional
Ano: 2013
Páginas: 212
Avaliação: 

Sinopse: O romance chick lit Um homem, uma mulher, um drink mostra um casal que se conhece por acaso em um aeroporto em São Paulo e três possíveis maneiras desse encontro se desenrolar à moda do filme Corra, Lola, Corra, um clássico de 1998. Paula é uma psicóloga que trabalha com recursos humanos em uma empresa de telemarketing. Ela é carioca, mas vai e volta de São Paulo, onde trabalha durante a semana, para encontrar o noivo no Rio de Janeiro. Ela está insatisfeita com sua vida e decide pedir demissão. Aguarda o embarque no bar do aeroporto quando Ricardo, ex-funcionário de uma grande empresa e agora professor, lhe oferece um drinque. A partir daí temos quatro desfechos para essa história que fala não só de amor, mas dos problemas e questionamentos dos jovens contemporâneos, sempre com muito humor.

A RESENHA CONTÉM SPOILER
A estória começa com a rotina de Paula e Ricardo, ela trabalha fazendo entrevistas para seleção de funcionários em uma empresa. Ricardo é um ex-marqueteiro que abandona tudo para ser professor. Paula decide abandonar sua vida em São Paulo e voltar a morar no Rio de janeiro com seu namorado Fernando que ela diz ser bege. Ela decide abandonar o emprego e ter um bebê que ela frisa ser saudável ou não.

No aeroporto ela espera por seu voo em um bar e fica lá sentada pensando em tudo que deseja fazer dali pra frente. Enquanto isso Ricardo a observa e se interessa pela moça. Para se fazer notar Ricardo pede ao garçom que ofereça um drink a moça em nome dele. A partir daí três destinos diferentes são relatados no decorrer do livro.

“Algumas pessoas têm que estudar cinco anos de psicologia na faculdade para saber alguma coisa da vida, enquanto outras simplesmente entendem tudo sem uma palavra.”

No primeiro destino ela não aceita o drink de Ricardo e faz sua viagem para o Rio. Chegando lá ela encontra seu namorado quase noivo (aos olhos dela), e ele é seco e muito indiferente a ela. Sua melhor amiga Laura por ironia do destino tem um encontro marcado com Ricardo o professor que veio do Rio também, só que para ter um encontro com Laura que é sua aluna e-learning.

Laura fica com receio de jantar sozinha e pede que Paula vá com ela e Fernando ao encontro. Paula aceita, mas Fernando não gosta da ideia de jantar em um restaurante super caro. Ao final ele pede um tempo para Paula que fica sem ter um lugar para ir, pois se recusa a voltar para casa.

Enquanto isso Ricardo está cismado com um homem que ele acha ser Fred o marido de sua melhor amiga Maria que a propósito está grávida. Fred é flagrado por Ricardo em um encontro com Murilo que é gay e melhor amigo de Paula.

“Não se iluda, por mais que a gente cresça, por dentro a gente nunca sai da quinta série.”

A noite acaba com Ricardo e Paula correndo atrás de Fred e Murilo, pois Fred diz que seu nome é Dick21. Ricardo não acredita e persegue o cara. Ao final descobre que Dick é mesmo Fred e quase conta para Maria que o pai do filho ou filha dela é gay. Mas acaba não contando, pelo fato de Maria estar passando mal.

No segundo destino Paula aceita o drink de Ricardo, mas não acontece nada além de uma conversa. Quando Paula chega em casa para ver Fernando ela flagra ele e Laura sua melhor amiga tendo relações sexuais e foge.


Ela vai para o apartamento de Murilo e Laura aparece lá com Ricardo (seu encontro) e Fernando o namorado quase noivo que é um traidor. Ela foge de lá também e vai para casa de sua mãe e posteriormente acaba indo parar em uma escola de samba (Salgueiro). Laura se desculpa, mas ela não aceita e Laura bêbada diz que vai se matar. Paula desculpa Laura porém não volta para Fernando, pois aos poucos percebe que não o ama.

No terceiro destino Paula aceita o drink de Ricardo e eles conversam tanto que ela perde o voo, eles acabam sendo rendidos por sequestradores dentro do bar no aeroporto, eles alegando que querem fazer um protesto contra uma sociedade corrupta.

Paula e Ricardo ficam ao chão e se beijam apaixonados. Ela percebe que está em um canal de TV não muito conhecido e vê sua mãe falando na televisão. Ao final os sequestradores são capturados pela polícia e Paula e Ricardo vão para a casa dela em São Paulo pois não conseguiram viajar no dia.

Ela conta com que uma “amiga” dela a Porra Louca esteja lá para não ter nada com Ricardo. Quando chega lá PL não está e eles acabam ficando juntos e se entregando a paixão.

“Destino: Sucessão Inevitável de acontecimentos relacionada a uma possível ordem cósmica da qual nada que existe pode escapar.  Carma: Causa efeito”. 

O que este livro relata é que o carma fez Ricardo e Paula se reencontrarem em todos os momentos provando que eles deveriam ter estórias em comum e se conhecendo. Ao final de todos os destinos eles acabam apaixonados um pelo outro, e começando uma estória juntos.

O livro é narrado pelos dois protagonistas, sendo narradores autodiegéticos. Possui folhas amarelas e diagramação simples. Não encontrei erros significativos e a estória é fluida e de fácil compreensão.

O livro é engraçado e divertido me simpatizei muito com Ricardo e Paula, ambos donos de personalidades compatíveis na minha opinião.

Espero que tenham gostado da resenha, digam nos comentários o que acharam da estória.
Kissus
©
.
.
imagem-logo