19/07/2015

[RESENHA] #A PAUSA DO TEMPO


Hello bibouss, tudo okay? Estou muito feliz por estar conseguindo ler livros para resenhar para vocês aqui no blog. O livro de hoje é de parceria com a autora brasileira Valéria Martins, A pausa do tempo é seu livro de crônicas e esse é o livro livro do tipo crônica que eu já li na vida. Vamos começar? \o/

Ficha técnica
Título: A pausa do Tempo
Autor (a): Valéria Martins
Editora: Jaguatirica digital
Gênero: Crônicas brasileiras
Ano: 2013
Páginas: 156
Avaliação: 


Sinopse: Com "A Pausa do Tempo", Valéria Martins, jornalista, escritora, blogueira e agente literária, presenteia seus leitores com textos colhidos do seu blog, crônicas tecidas com sutileza e perspicácia, reflexões lúcidas acerca da vida e da morte, do amor e do tempo, do cotidiano, família, amigos, viagens, literatura, música, cinema. Sem sair da suavidade, sem nunca perder o tom, Valéria lança, sobre si mesma e sobre o outro, um olhar às vezes leve e divertido, outras vezes denso e doloroso, mas sempre cheio de confiança na vida, no ser humano e em Deus.


  O livro contém diversas crônicas divididas em seções, como: Reflexão, amor, literatura, cotidiano, viagem, cinema e amigos do blog da autora. As crônicas são reflexões que temos em nossa mente que divaga sobre várias situações que presenciamos em nossa vida, cabe a nós interpretá-las da melhor forma que nos convém.
"[...] O amor é a maior aventura da vida e não tem idade para começar."
  As crônicas independente das seções remetem ao melhor proveito do que a vida pode nos oferecer e cabe a nós mesmos decidirmos o que fazer com estes momentos variados que fazem parte das páginas deste livro. São reflexões sobre como nos sentimos a cerca de nossa existência, de nossa vida, das experiências que tivemos ao longo dos anos.
  Os amores que temos, como filhos, mãe, amores que vão sendo construídos com nosso carinho e dedicação que temos com entes queridos que nos cercam de paz e alegria. A pausa do tempo nos possibilita refletir sobre nossas questões pessoais e sobre o que queremos ou esperamos do futuro. Abre um leque de possibilidades apara uma mudança que vem de dentro pra fora e que nos muda sem que deixemos de ter nossa própria essência.

  A autora explorou o livro em primeira pessoa mas sem ter um protagonista principal, na verdade eu me senti a protagonista deste livro pelas situações que foram descritas e em muitos momentos me imaginei enfrentando obstáculos advindos do livro.
"(...) também desejo para mim um relacionamento que seja um verdadeiro encontro, no sentido de transformar para melhor a minha vida e a do meu companheiro, ambos caminhando para cima e para a frente na mesma direção, juntos."
  Um ponto muito importante é a linguagem cotidiana que torna o livro uma leitura prazerosa que nos remete a nossa própria vida e nossos medos e emoções que estamos conhecendo. O livro retrata o amor, a dor, o medo, o carinho por alguém, a tristeza pelas perdas e possibilita que nós reflitamos sobre o que queremos para nossas vidas e que devemos buscar o que queremos para que o futuro seja feito por nossas próprias escolhas.
  A capa é bem significativa tem muito em comum com as crônicas, as folhas são amarelas, a diagramação é simples e sofisticada e a linguagem é de simples compreensão. Outro ponto que eu gostei no livro foi o enriquecimento cultural, dando ênfase a outros autores e outras nacionalidades que serviram para complementar o todo do livro.
"A liberdade pode ser angustiante... Em certas horas eu pedia um sinal, algo que me indicasse qual direção seguir! Mas na maioria das vezes, esse sinal não vinha e eu tinha que decidir... Sozinha!"
 Bom bibouss, essa foi a resenha espero que tenham curtido, fiquem de olho nas redes sociais e deixe nos comentários o que acharam do livro.
Kissus
©
.
.
imagem-logo