12/07/2015

[RESENHA] #SURFISTAS, BEIJOS E UM PÉ DE PATO

Hello bibouss, tudo okay? Promessa é dívida e hoje mais uma resenha de um livro aqui no blog uhu... Se trata de um livro de parceria com a autora Carolina Cequini e seu livro infanto-juvenil Surfistas, beijos e um pé de pato. Um livro com um tema maravilhoso que são as sereias e o mundo delas, já adianto que o livro é gostoso de ler. Vamos começar? \o/

Ficha técnica
Título: Surfistas, beijos e um pé de pato
Autor (a): Carolina Cequini
Editora: Atheneu Cultura
Gênero: Romance juvenil
Ano: 2015
Páginas: 296
Avaliação: 

Sinopse: Celine tem 15 anos e é apaixonada por Gabriel, o surfista mais bonito da escola, mas ele só tem olhos para a insuportável Bruna. Quando Celine vai passar as férias na casa de sua tia, encontra um pé de pato que, em contato com a água, lhe dá uma cauda de sereia. Logo ela descobre que não é a única nas águas do Rio de Janeiro e que o pé de pato esconde segredos sobre a sua origem e de sua família. A amiga Serena, também sereia, vai ajudá-la a fazer tudo para chamar a atenção de Gabriel, gerando situações muito divertidas. Surfistas, beijos e um pé de pato é o primeiro livro da escritora e ilustradora Carolina Cequini. Foi escrito e ilustrado por ela mesma quando era ainda adolescente e tem continuação: mais dois volumes a caminho, formando uma trilogia.
  Tudo começa com a protagonista Celine ou Cel pros chegados, uma adolescente de quinze anos que está descobrindo o mundo das sereias. Quando seus pais que são médicos são convidados para um congresso na Itália Celine descobre que não poderá participar desta viagem e terá que ficar na casa de sua tia Luísa e ajudá-la em sua loja.

"[...] Ela demorou um pouco para me responder, quase como se não acreditasse no que estava prestes a falar: - A princesa perdida".

  Celine então acha na loja da tia uma caixa antiga de sua avó Undine que já faleceu e nela encontra um pé de pato lindo com escamas em tons de turquesa. Sua tia deixa ela ficar com o pé de pato e Cel vai à praia aproveitar essas duas semanas das férias de julho.

  Celine estreia seu par de pés de pato e nada muito sem perceber. Quando se dá conta está muito longe da praia e a princípio suas pernas formigam e ela sai da água. Já na outra vez que ela usa os pés de pato as coisas mudam. Uma cauda aparece no lugar das pernas e Celine conhece Serena uma sereia de verdade que a alerta sobre o perigo de ser vista por humanos.

''Tentei não pensar no fato de ele ter me beijado. Eca! Só de pensar que aquela língua que já compartilhou baba com quase todas as garotas do meu bairro esteve na minha boca de novo... Urgh!"

  Cel fica chocada com a descoberta de que as sereias realmente existem mas a princípio não revela para Serena que é humana. Ela inventa uma desculpa e volta pra casa. Logo ela faz amizade com Serena e visita o mundo das sereias. Mas ao mesmo tempo ela tem uma paixonite por Gabriel um surfista que estuda em sua escola e que é do segundo ano, ela é do primeiro.

  Na escola ela tem uma rival chamada Bruxa... Quero dizer Bruna que faz de tudo para chatear Celine. Incluindo dar mole para Gabriel. Pouco tempo depois Celine é pega em auto mar por um sereiano que são diferentes das sereias, eles são uma espécie de sentinelas que protegem as sereias da realeza.

  Ele descobre que ela é humana e a leva para o castelo para ser julgada pela rainha Íris. Todos se surpreendem ao constatar que Celine na verdade é uma princesa sereia perdida...
  Bom bibouss, se falar mais eu acabo revelando tudo, mas eu realmente gostei este livro. Foi uma leitura divertida como já não tinha há tempos. Li o livro dentro de horas e quando acabei fiquei com aquela sensação de quero mais.

  Um personagem que eu quero destacar é Taikun que se torna guarda costa pessoal de Celine. Que aos poucos se tornou meu favorito de todo o livro. O livro é ilustrado pela própria autora, parecem figuras de desenhos de TV, são muito bem feitas as ilustrações, deu um tchans a mais no livro. A capa é linda e também criada pela autora, a diagramação é fofa e a cada passagem de capítulo são marcadas por uma espécie e superfície da água em movimento.

"Taikun deu um sorriso tão bonito que eu não consegui resistir. Mais do que isso, era um sorriso sincero, e eu vi que ele parecia ser realmente um garoto legal."

  O livro tem uma escrita de fácil compreensão e é voltado para o público adolescente, mesmo assim eu gostei e muito da estória estou curiosa com a continuação e espero poder ler. Se trata de uma trilogia.

  Bom bibouss, essa é a resenha espero que tenham curtido e deixem nos comentários o que acharam do livro.
Kissus
©
.
.
imagem-logo