07/08/2015

[RESENHA] #O CLÃ DOS QUATRO GUERREIROS

Hello bibouss, tudo okay? O post de hoje se trata de uma resenha de um livro em parceria com o autor Diego Martins Ribeiro, pelo seu livro intitulado A clã dos quatro Guerreiros, eu estou muito feliz por estar resenhando livros nacionais e espero que vocês estejam gostando das resenhas tanto quanto eu, vamos começar? \o/

Ficha técnica
Título: O clã dos quatro guerreiros
Autor (a): Diego Martins Ribeiro
Editora: Novo Século
Gênero: Ficção brasileira
Ano: 2014
Páginas: 392 
Avaliação: 

Sinopse: Quatro jovens com aparentemente muito pouco em comum seguem em um antigo carro vermelho-sangue por uma estrada deserta. Nada indica que qualquer tipo de perigo possa estar em seu caminho naquela pacata noite. No entanto, após se depararem com uma esfera de luz e sofrerem um estranho acidente, Gabriel, Henrique, Débora e Beatriz acordam em um lugar desconhecido, onde tudo parece possível. Em meio a personagens e paisagens surreais, como o monte de rochas flutuantes e a perigosa fera da Gruta Sombria, eles encontram pistas de como podem voltar para casa, e se assombram com as coincidências que envolvem sua chegada a Enoua, como se essa já fosse esperada por alguém misterioso. Em uma incrível jornada que os fará conhecer mais sobre si próprios e aqueles que sempre estiveram a sua volta, eles irão descobrir que Enoua não é simplesmente um mundo distante, e que é preciso muito mais do que armas raras, amuletos cheios de segredos e armaduras indestrutíveis para se tornar um verdadeiro Guerreiro.

       Tudo começa com a partida de cinco esferas percorrendo o universo em busca de algo que chama sua atenção e ela sejam direcionadas a esses planetas inexplorados. Após uma introdução sobre o livro, conhecemos Gabriel um rapaz que está fazendo faculdade e faz estágio em uma empresa para aprimorar suas habilidades.
       Gabriel fica preso no trabalho em uma sexta-feira em que não teria faculdade pela falta de seu professor. O chefe faz uma reunião de última hora deixando-o muito chateado. Ao chegar a sua casa é recebido por sua mãe Luzia que lhe prepara um lanche. Logo conhecemos Roberto, seu pai, que não gosta do rumo profissional que o filho está seguindo. Ele preferia que o filho trabalhasse em sua empresa igual aos seus outros dois irmãos, tornando a relação com Gabriel um pouco ríspida.
            "Henrique passou as horas seguintes sem dizer nada, chateado consigo mesmo. Fora tão prepotente até então. Em toda sua vida, depois de se afastar das pessoas, sempre tentara fazer tudo por conta própria. Havia chegado a pensar que não precisava de ninguém. Porém, naquela tarde, percebeu o quanto aquelas três pessoas que o acompanhavam eram importantes pra ele. Resolveu aceitar que precisava de cada um deles, e muito. Foi preciso quase ter sido comigo por uma planta carnívora gigante para entender isso."
Gabriel é surpreendido pela presença de Beatriz, sua vizinha, pedindo que ele dê uma carona para seu irmão Henrique que é professor de francês e ninguém da família pode levá-lo ao trabalho e ele já está atrasado. Gabriel concorda e depois de insistir com o pai, ele acaba emprestando seu carro vermelho velho.
Gabriel espera por Henrique e Beatriz aparece com sua melhor amiga Débora pedindo que elas possam ir com eles. Ele concorda e Henrique se mostra bem chato e arrogante às vezes. Gabriel está no volante, Henrique ao seu lado e as duas meninas ficam no banco de trás. Durante o caminho as meninas cochicham e conversam, mas Henrique fica calado, deixando claro que não está a fim de conversar com Gabriel.
            "Todos aqueles que conhecemos nos marcam e são marcados por nós de alguma forma, pensou Gabriel."
            No caminho algo surpreendente acontece, uma esfera de luz branca está parada no meio da pista e Gabriel tenta frear a tempo. Algo inesperado ocorre, eles acordam em um castelo em um mundo diferente do que eles já viram. Vários obstáculos surgem e a todo o momento eles devem enfrentar os obstáculos para conseguirem sair do castelo e obter as respostas para suas questões, e o principal: poder retornar para casa.
              Depois de enfrentarem várias provas eles ganham armas especiais criadas por alquimistas e passam a ser guerreiros de acordo com Johnny um menino que os ajuda a descobrir que eles estão em Enoua um mundo diferente da Terra. Em Enoua eles conhecem pessoas maravilhosas que os ajudam a descobrir que eles são muitos fortes e que a coragem sempre esteve com eles.
          Bibouss, o livro é bem diferente do que eu pensava. Tudo conspirava a favor dos guerreiros e mesmo com todas as provas eles foram capazes de vencer as barreiras e sempre evoluindo junto com suas habilidades que foram evidenciadas pelo fato de terem sido tocados pelos pais da sabedoria.
Outro ponto a destacar é uma nuance de romance entre Débora e Gabriel, mas só por parte da menina. Ele nem percebe. O livro é narrado em terceira pessoa, as páginas são amareladas, a capa é linda. A escrita é simples e de fácil compreensão. Não vi erro significativo na narrativa. A diagramação é sofisticada possuindo um arabesque em cada passagem de capítulo.
O livro me surpreendeu e muito no final, fiquei impressionada com a criatividade do autor que criou um contexto totalmente inovador no seu livro. Fiquei muito grata por ter recebido este livro e espero ler a continuação, e o que vai acontecer com o desfecho aberto a outro livro que o autor deixou.
Bom bibouss, essa foi a resenha espero que tenham curtido, fiquem de olho nas redes sociais e deixem nos comentários o que acharam do livro e dos mistérios de Enoua.
Kissus
©
.
.
imagem-logo